Privacidade na internet: divulgação de dados pessoais são frequentes

14 de novembro de 2019

A privacidade na internet é um assunto que deve ser tratado com zelo. Sempre que estamos logados à alguma rede social, temos o livre arbítrio de compartilhar aquilo que desejamos. Assim, vai da vontade do usuário expor sobre situações e acontecimentos de sua vida pessoal de forma voluntária. 

Na internet, é importante entender que ao compartilhar algo de forma pública, esse post pode viralizar ou ser enviado para outras pessoas sem a comunicação com quem publicou. Isso acontece principalmente com pessoas famosas. Ao publicar fotos e vídeos em redes sociais, é possível que essas publicações sejam espalhadas por outras redes, grupos em aplicativos de conversa. 

Pessoa pública sim, postpúblicos às vezes 

Apesar de cantores e atores estarem sempre atualizando seus canais de comunicação online, incidentes podem acontecer. Postar uma foto ou vídeo no feed das redes sociais, é ter a consciência que esse conteúdo será visto por milhares de pessoas e que se corre o risco de ser compartilhado. 

Porém, dentro dos aplicativos, existem funções que permitem ao usuário compartilhar fotos pessoais somente com quem eles desejam. Assim, ao utilizar esse serviço de envio direto de mensagens, o usuário acredita que sua privacidade não pode ser violada. 

Contudo, mesmo com o cuidado que se deve tomar ao compartilhar fotos íntimas somente para pessoas específicas, estamos sempre sujeitos ao vazamento dessas informações. As pessoas públicas são alvos frequentes dessas situações. Visto que, é comum hackers terem acesso a contas de famosos e divulgarem esses dados. 

Privacidade violada 

Casos de ataques de privacidade no mundo dos famosos são recorrentes. Violar a privacidade de pessoas públicas é alvo frequente de hackers, visto que, ao encontrarem informações pessoais de cunho relevante, podem fazer chantagens para a extorsão de algum benefício. 

Em outubro de 2019, pela segunda vez, a cantora americana Demi Lovato teve sua privacidade invadida e supostos nudes foram vazados. Não é a primeira vez que Demi passa por isso, em 2017, a cantora foi alvo de exposição online sem consentimento. 

Ainda que não haja prejuízos financeiros, um ataque cibernético é muitas vezes um gatilho emocional gigantesco. Atualmente, invadir um celular é o mesmo que invadir particularidades de uma pessoa, visto que ali temos muitas informações pessoais. Assim, expor fotos e ferir a privacidade de um usuário pode resultar em consequências psicológicas graves.  

Como proceder? 

Ao ter a privacidade violada, a vítima deve fazer um B.O (boletim de ocorrência) no primeiro momento. Dar início a uma investigação criminal é o passo principal para encontrar os autores do crime. Assim, esses hackers poderão responder pela divulgação de informações e imagens pessoais, visto que foram vazadas sem o consentimento do dono desses dados. O réu também poderá responder por invasão em dispositivos eletrônicos, caso isso tenha acontecido. 

Além dessa primeira atitude após o acontecimento, é importante o auxílio de advogados que entendam de Direito Digital. Por conta da nova lei brasileira, a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), muitos pontos vão mudar na relação entre empresas e a proteção dos dados pessoais dos usuários na internet. Assim, ao sofrer uma invasão e divulgação de informações privadas, é importante a orientação de advogados especialistas para entender sobre seus direitos em situações como essa. 

Os advogados do Assis e Mendes podem te auxiliar quando o assunto é privacidade, invasão e divulgação de informações pessoais. Entre em contato com nosso escritório e saiba como proceder em incidentes como esse! 

Compartilhe:

Mais Artigos

MITIGANDO RISCOS CONTRATUAIS: O PAPEL DA CLÁUSULA DE LIMITAÇÃO DE RESPONSABILIDADE

Nas relações contratuais, os riscos derivados da transação são uma ameaça constante, podendo comprometer a estabilidade de um negócio. Diante desse desafio, as empresas buscam estratégias para mitigar esses riscos, …

Guia orientativo: Hipóteses legais de tratamento de dados pessoais com base no legítimo interesse – Você sabe como usar essa base legal dentro da sua organização?

No dia 02/02/2024 a ANPD publicou o seu mais novo guia orientativo denominado “Hipóteses legais de tratamento de dados pessoais – legítimo interesse”, com o objetivo de esclarecer pontos relevantes …

RESPONSABILIDADE LEGAL NAS MÍDIAS SOCIAIS E MARKETING DIGITAL: DIRETRIZES PARA EVITAR QUESTÕES LEGAIS E LITÍGIOS

Nos últimos anos, o crescimento das mídias sociais e do marketing digital transformou o cenário da publicidade, tanto a nível nacional, quanto a nível mundial, oferecendo oportunidades para marcas e …

Maximizando a Proteção Patrimonial: O Papel Estratégico da Holding no Planejamento Sucessório

Quando nos aproximamos da fase da vida em que começamos a refletir sobre a transferência de nosso patrimônio para as próximas gerações, a preocupação com a segurança e a integridade …

O uso do Scraping e Web Crawler pode prejudicar a mim ou minha empresa?

O uso incorreto das ferramentas de raspagem da web pode trazer consequências desastrosas para sua empresa. Entenda como utilizá-las

F.A.Q – REGISTRO DE OPORTUNIDADE EM LICITAÇÕES DE TIC

Para participar de Licitações de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), as empresas devem seguir as diretrizes da Instrução Normativa SGD/ME nº 1, de abril de 2019, com suas respectivas …

Entre em contato

Nossa equipe de advogados altamente qualificados está pronta para ajudar. Seja para questões de Direito Digital, Empresarial ou Proteção de Dados estamos aqui para orientá-lo e proteger seus direitos. Entre em contato conosco agora mesmo!

Inscreva-se para nossa NewsLetter

Assine nossa Newsletter gratuitamente. Integre nossa lista de e-mails.