UPDATE LGPD: DIRETORES DA ANPD SÃO NOMEADOS

10 de maio de 2021

Depois de muita expectativa, foram oficialmente publicadas hoje as nomeações dos 5 membros do Conselho Diretor da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), garantindo mais um passo importante na implementação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no Brasil.

 

Os diretores, agora, podem tomar posse e iniciar os mandatos que variam de 2 a 6 anos:

 

Waldemar Gonçalves Ortunho Junior

(Diretor-Presidente)

mandato de 6 anos
Arthur Pereira Sabbat mandato de 5 anos
Joacil Basilio Rael mandato de 4 anos
Nairane Farias Rabelo Leitão mandato de 3 anos
Miriam Wimmer mandato de 2 anos

 

Com a nomeação do Diretor-Presidente, o Decreto nº 10.474/2020 também entra em vigor, fazendo valer as regras de estruturação da ANPD. Os próximos passos serão a nomeação de profissionais para ocuparem os cargos operacionais da autoridade, bem como a definição de quais entidades e classes comporão os cargos ainda vagos do Conselho Nacional de Proteção de Dados (CNPD), que conta com 23 cadeiras para representar os setores de toda a sociedade.

 

Já foram mapeados mais de 50 pontos da LGPD que precisam de regulamentação específica, incluindo direitos dos titulares, princípio do livre acesso, transferência internacional de dados, utilização de cookies, padrões e técnicas de anonimização e segurança da informação, tratamento automatizado de dados pessoais, comunicação e compartilhamento de dados, dentre outros (saiba mais em: https://assisemendes.com.br/impactos-da-demora-da-anpd/).

 

Contudo, ainda que esses pontos ainda precisem de regulamentação, o passo dado hoje com a nomeação dos Diretores da ANPD reforça o alerta para que as empresas iniciem o quanto antes os seus assessments e trabalhos para a conformidade à LGPD.

 

Sem prejuízo do mapeamento de fluxos de dados e assessments de segurança da informação, no âmbito jurídico o momento é de verificar as Políticas de Privacidade, Termos de Uso, contratos de trabalho e contratos com os demais agentes de tratamento. Além disso, é crucial a implementação de mecanismos para atendimento dos direitos dos titulares de dados.

 

Todo esse trabalho exige atenção e assertividade, para que não se caia no erro do exagero e da solução pronta que não funciona na prática. Por isso, o Assis e Mendes possui uma equipe especializada em Privacidade e Proteção de Dados pronta para ajudar a sua empresa por todo o caminho de adequação, respeitando as particularidades e a proteção do seu negócio.

 

Para nos conhecer e saber mais sobre nosso trabalho, acesse o site: www.assisemendes.com.br.

Compartilhe:

Mais Artigos

MITIGANDO RISCOS CONTRATUAIS: O PAPEL DA CLÁUSULA DE LIMITAÇÃO DE RESPONSABILIDADE

Nas relações contratuais, os riscos derivados da transação são uma ameaça constante, podendo comprometer a estabilidade de um negócio. Diante desse desafio, as empresas buscam estratégias para mitigar esses riscos, …

Guia orientativo: Hipóteses legais de tratamento de dados pessoais com base no legítimo interesse – Você sabe como usar essa base legal dentro da sua organização?

No dia 02/02/2024 a ANPD publicou o seu mais novo guia orientativo denominado “Hipóteses legais de tratamento de dados pessoais – legítimo interesse”, com o objetivo de esclarecer pontos relevantes …

RESPONSABILIDADE LEGAL NAS MÍDIAS SOCIAIS E MARKETING DIGITAL: DIRETRIZES PARA EVITAR QUESTÕES LEGAIS E LITÍGIOS

Nos últimos anos, o crescimento das mídias sociais e do marketing digital transformou o cenário da publicidade, tanto a nível nacional, quanto a nível mundial, oferecendo oportunidades para marcas e …

Maximizando a Proteção Patrimonial: O Papel Estratégico da Holding no Planejamento Sucessório

Quando nos aproximamos da fase da vida em que começamos a refletir sobre a transferência de nosso patrimônio para as próximas gerações, a preocupação com a segurança e a integridade …

O uso do Scraping e Web Crawler pode prejudicar a mim ou minha empresa?

O uso incorreto das ferramentas de raspagem da web pode trazer consequências desastrosas para sua empresa. Entenda como utilizá-las

F.A.Q – REGISTRO DE OPORTUNIDADE EM LICITAÇÕES DE TIC

Para participar de Licitações de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), as empresas devem seguir as diretrizes da Instrução Normativa SGD/ME nº 1, de abril de 2019, com suas respectivas …

Entre em contato

Nossa equipe de advogados altamente qualificados está pronta para ajudar. Seja para questões de Direito Digital, Empresarial ou Proteção de Dados estamos aqui para orientá-lo e proteger seus direitos. Entre em contato conosco agora mesmo!

Inscreva-se para nossa NewsLetter

Assine nossa Newsletter gratuitamente. Integre nossa lista de e-mails.