Ultimamente, muito tem se falado sobre Bitcoins e como sua flutuação tem impactado diretamente a vida dos investidores e o mercado financeiro. Mas como uma moeda digital tem tanto poder no mundo off-line?

Para responder a essa pergunta, o primeiro passo é entender o que são Bitcoins e por que essa moeda vem ganhando tanta notoriedade nos últimos anos.

O que são Bitcoins?

Bitcoins são criptomoedas, ou seja, moedas digitais. Elas foram criadas em 2009 como uma forma alternativa de pagamento e, embora sua criação geralmente seja atribuída ao desenvolvedor japonês Satoshi Nakamoto, esse fato nunca foi devidamente comprovado.

Por muito tempo os Bitcoins não foram levados a sério, já que não são emitidos por nenhum banco nacional e não existem fisicamente, e foi só em 2013 que a moeda começou a ganhar notoriedade, quando o seu processo de criação e compra passou a ser mais refinado.

Como um arquivo digital, até então, qualquer pessoa que tivesse acesso aos softwares de criação de Bitcoins e máquinas com capacidade de hardware suficiente poderiam produzir a moeda por meio de um processo conhecido como mineração.

Hoje, a mineração das criptomoedas ficou mais restrita e apenas algumas poucas empresas e empreendedores que têm máquinas específicas para este fim ficaram com a tarefa de criar e gerenciar os Bitcoins.

Os Bitcoins ainda não são reconhecidos oficialmente, o que significa que não é possível usá-los como forma de pagamento em todos os estabelecimentos ou pagar impostos, por exemplo.

Como conseguir Bitcoins?

Hoje há, basicamente, duas formas de adquirir Bitcoins.

A primeira delas é aceitar receber a criptomoeda como pagamento por algum bem ou serviço prestado. E a segunda é comprar unidades em corretoras e agências financeiras especializadas.

Como fazer uma compra com Bitcoins

Todo usuário de Bitcoins deve fazer um cadastro e criar uma espécie de carteira virtual, que serve como reservatório de moedas e ambiente de gestão.

Sempre que quiser fazer uma compra será preciso informar o local de sua carteira, chamado de endereço, para concluir a transação.

Nesse processo os dados pessoais de comprador e vendedor ficam anônimos, mas o procedimento fica registrado de forma pública e permanente, de forma a garantir a segurança de ambas as partes.

Qual é o cenário do mercado de Bitcoins atualmente

Unindo uma oferta maior e um número restrito de mineradores a um grande e rápido entusiasmo pela criptomoeda, o aumento do valor atribuído ao Bitcoin, nos últimos anos, foi natural.

De acordo com o site Buy Bitcoin Wordwide o valor da moeda em dezembro de 2017 chegou a atingir a cotação de mais de 19,3 mil dólares. Considerando que na mesma época do ano anterior o maior valor registrado foi de cerca de 958 dólares, é possível entender como o mercado evoluiu em um tempo bastante curto.

Ao mesmo tempo em que os valores impressionantes atingidos pela moeda e o conceito inovador começaram a atrair mais investidores, o que poderia impulsionar ainda mais os Bitcoins, também houve muita especulação e pressão para que a moeda virtual fosse regulamentada.

Com isso, o valor do Bitcoin começou a despencar logo no início de 2018 e, em fevereiro, a moeda chegou a 6,9 mil dólares.

A flutuação cambial também fez com que muitas empresas deixassem de receber em Bitcoins, como foi o caso da Valve.

O gigante da tecnologia, responsável pela Steam, uma das maiores plataformas de jogos digitais em operação, decidiu deixar de receber criptomoedas por considerar a operação insustentável.

“O valor do Bitcoin sempre foi instável, mas nunca chegou a este alto ponto de instabilidade como foi visto nos últimos meses. O valor do Bitcoin é garantido por um período de tempo determinado, portanto, se a compra não for completada durante este tempo, o valor de Bitcoins necessários para efetuar a compra pode mudar”, a empresa explicou em uma publicação em seu blog.

Você deveria investir em Bitcoins?

Como qualquer outro tipo de investimento, há riscos e benefícios em investir em Bitcoins.

O fato de a moeda ser bem volátil e flutuar bastante precisa ser considerado por quem pensa em entrar agora para o mundo das criptomoedas.

A vulnerabilidade tecnológica que pode existir nesse tipo de transação também precisa ser considerada, já que a popularidade e os valores altos têm atraído muitos hackers que tentam burlar os sistemas de mineração e armazenamento de Bitcoins.

Apesar disso, as moedas digitais dão sinais de que vieram para ficar e têm grande potencial para florescer nos próximos anos.

O ideal, para quem pensa em investir, é acompanhar de perto os valores, conhecer bem os riscos e, se possível, contar com a ajuda de um especialista de mercado para orientar sobre os melhores momentos para entrar ou sair do mercado.