Sem dúvida já há sinais claros de que a #LGPD não vai sair de papel em Agosto, nem que a #ANPD será estruturada brevemente.

Minha opinião é conflitante: – O Brasil está perdendo ótimas oportunidades e sofrerá com travas comerciais, principalmente no mercado de tecnologia e serviços por causa disto. Mas há que se entender que lidamos agora com outras questões novas, que impedem os planos de 2.018 de saírem do papel.

O conforto fica para quem já fez a lição de casa e percebeu os ganhos do “Know your Data”, aproveitando para revisar processos, coletas e compartilhamentos antigos.

Além disso, mais tempo é uma ótima notícia para quem já sabe como deverá planejar a adequação. Estávamos aflitos ao ver o tanto de trabalho as empresas teriam nos próximos 150 dias. Agora poderemos fazer melhor no prazo complementar e chutar para o gol!

Muito do que é descoberto e aprendido neste momento têm aplicação imediata, mas também influencia as boas práticas, processos, análise do negócio, contratações e desenvolvimentos de produtos ainda não lançados.

Também não custa lembrar que a Proteção de Dados e Segurança da Informação é algo maior do que apenas “dados pessoais”. Por isso, não descuidem dos #Ativos_digitais neste momento. Home Office não é desculpa para desligar a segurança e o mundo corporativo ainda vai existir quando a situação voltar ao “novo normal”.

Não vivemos mais num contexto binário de um OU outro. Agora o mundo também quântico, de um E outro!

Mesmo com a prorrogação, este sonho não acabou. Ficou para o verão que vem! O Steve Jobs disse que “cada sonho que fica para trás é um pedaço do seu futuro que não existe”, nosso futuro será grandioso!

Cuidemos dos nossos dados, assim como dos nossos familiares!

Advogado especialista em Proteção de Dados e Direito Digital; DPO