fbpx

O começo e o meio do ano, certamente, são momentos importantes para os empreendedores. Nessas épocas boa parte das empresas estão avaliando os resultados obtidos ao longo dos últimos meses e traçando planos para o futuro.

Fazer esse tipo de análise no começo do segundo semestre  pode ser bastante estratégico e fazer a diferença no balanço de dezembro.

Sem o clima das festas de fim de ano e todos os compromissos fiscais e tributários que há nos meses de dezembro e janeiro, pode ser muito mais fácil analisar a  trajetória com cuidado e tomar decisões que vão manter o crescimento (ou retomá-lo) da empresa.

Isso o interessa? Então continue lendo porque, a seguir, vamos ver os principais cuidados que as empresas de sucesso devem ter no início do segundo semestre.

Entenda que o 2º semestre pode ser diferente

Para muitas empresas, sobretudo nas áreas de varejo, o segundo semestre é bem diferente do primeiro. E um dos principais motivos para isso são as datas comemorativas.

Embora o primeiro semestre tenha datas como o Dia das Mães e o Carnaval, que são bastante lucrativas para vários empreendimentos, os últimos meses do ano também têm épocas comercialmente interessantes como Natal, Ano Novo, Black Friday, Dia dos Pais e Dia das Crianças.

No caso do e-commerce o segundo semestre costuma ter um faturamento maior do que o primeiro, principalmente, por conta dessas datas. Prova disso é que as lojas virtuais faturaram cerca de R$ 21 bilhões nos primeiros seis meses de 2017 e R$ 26 bilhões no segundo semestre, segundo dados do Ebit.

O fato de o consumidor receber o seu décimo terceiro salário e tirar férias, além de os fornecedores adiarem os reajustes de preços para o início do ano, também contribuem para que o segundo semestre seja, comercialmente, um pouco diferente do primeiro.

Por isso, é fundamental analisar separadamente o histórico de desempenho do seu negócio no segundo semestre, e levantar os fatores que podem impactar nos  resultados desses últimos meses.

Analise os riscos

Além de avaliar as oportunidades de crescimento que podem fazer com o segundo semestre do ano seja ainda melhor, é importante analisar os riscos.

Uma boa conscientização dos riscos é fundamental para que a sua empresa tenha segurança para dar os próximos passos  rumo aos objetivos que deseja alcançar.

Através dessa análise, você poderá identificar quais fatores externos e internos ameaçam o seu negócio. Munido dessas informações fica muito mais fácil se preparar e criar estratégias para situações ruins e superá-las.

Reveja seu Business Plan

O Business Plan, ou Plano de Negócios, é uma ferramenta administrativa para ajudar o empreendedor a organizar suas ideias e traçar uma rota a seguir. Porém, as ideias e os planos mudam de tempos em tempos, e o segundo semestre é uma ótima oportunidade para reavaliá-lo.

Empresas de sucesso devem rever seus Business Plan para verificar se as metas foram alcançadas, se o planejamento obteve sucesso e o que pode ser mantido e mudado nos próximos meses.

Assegure que você está de acordo com o GDPR

Em maio desde ano houve a implementação das diretrizes de proteção aos dados pessoais do GDPR. Com elas, muitas empresas que fazem negócios ou mantém operações na União Europeia tiveram que mudar seus procedimentos.

Se a sua empresa se enquadra nesse perfil, é fundamental garantir que você está cumprindo as orientações do GDPR o quanto antes!

Reforce suas práticas de segurança

A preocupação com a segurança da informação tem aumentado bastante nas empresas e não é à toa.

Embora haja cada vez mais protocolos de segurança digital, também cresce o número de artifícios que os criminosos utilizam para conseguir vantagens e desestabilizar empresas. O phishing e o ransomware são dois deles.

Por conta disso, é muito importante que, nesse segundo semestre, sua empresa esteja em compliance com as principais práticas de segurança do mundo digital para garantir que você e seus clientes estejam protegidos.