Importada dos Estados Unidos, a Black Friday já se tornou uma data tradicional e importantíssima no e-commerce brasileiro. Aliás, não só no e-commerce. Lojas físicas, prestadores de serviços e empresas de diferentes setores têm adotado a Black Friday como uma oportunidade de liquidar o estoque antes do Natal e aumentar ainda mais o faturamento no fim do ano.

Quem tem um site ou loja virtual investe em recursos que possam atrair mais visitantes e, consequentemente, mais compradores. Mas poucos pensam que o pico de acessos pode acabar sobrecarregando o site e deixando-o fora do ar. E depois de tanto investimento e planejamento tudo que nenhum empresário quer é ficar com o site fora do ar na Black Friday.

Veremos a seguir algumas formas de preparar o seu site para receber um fluxo maior de visitas e vendas sem perder a estabilidade e a segurança.

Reveja os recursos da hospedagem

Você já deve saber que a sua hospedagem é uma espécie de pasta virtual dentro de um servidor. Mas talvez ainda não saiba  qual a capacidade dos recursos que ela tem.

Fatores como a memória RAM e a taxa de transferência de dados estão diretamente ligados com o desempenho do seu site, e quando ele recebe mais acessos do que os recursos suportam pode tornar-se lento e  até sair do ar.

Para evitar que isso aconteça em plena Black Friday reavalie os recursos da sua hospedagem e verifique com o seu provedor se será necessário aumentá-los. Uma boa opção é investir nas hospedagens cloud, que permitem que você aumente ou diminua os seus recursos de acordo com a necessidade.

Fuja do servidor compartilhado

As hospedagens em servidores compartilhados, em que vários sites ocupam o mesmo espaço, são bem comuns porque são mais baratas. Mas em um momento como a Black Friday elas podem ser bastante perigosas.

Nesse tipo de ambiente, os atributos são compartilhados, o que quer dizer que se um site que partilha o servidor com você extrapolar os seus recursos ele poderá usar os seus. Com isso todos os sites são prejudicados.

O melhor é partir para um servidor dedicado ou em containers, que garante que os recursos do seu site serão apenas seus.

Verifique a validade do certificado de segurança

O fato de um site não estar com seu certificado de segurança SSL ativo não faz com que ele saia do ar, mas pode afastar consumidores. Isso porque os navegadores  mostram essas páginas como não seguras para navegação.

Ver esse tipo de mensagem pode fazer com que os visitantes pensem que o seu site está fora do ar, foi hackeado ou mesmo que se trata de algum tipo site malicioso. Como resultado, o número de acessos deve diminuir drasticamente e muitos visitantes podem nunca mais voltar. Para evitar que isso aconteça, confira se a validade do seu certificado de segurança está em dia.

Facilite o acesso

A navegabilidade é um aspecto muito importante em qualquer site e em datas como a Black Friday, em que as liquidações e condições especiais têm hora para acabar, ela se torna ainda mais essencial.

Afinal, se o cliente tiver dificuldade para encontrar o que procura, não conseguir navegar no site ou se deparar um processo de pagamento muito  demorado ele vai acabar desistindo.

Além disso, para evitar que um volume de usuários esteja ativo no site em um mesmo momento é importante que o cliente não demore muito para localizar o que procura e finalizar o pagamento.

Pensando nisso, antes da Black Friday chegar, é preciso repassar cada passo do processo de compra em seu site e verificar se o cliente terá facilidade para localizar os itens em promoção, se as informações estão claras, se a navegação é simples e intuitiva e se o checkout é rápido e eficiente.

Prepare uma equipe de suporte

Apesar de todos esses cuidados, é preciso estar preparado para o caso de instabilidade. O ideal é montar uma equipe de suporte em tecnologia para monitorar o desempenho do site e corrigir problemas com agilidade, caso eles surjam.

Ainda tem dúvidas sobre como manter seu site seguro e eficiente durante a Black Friday e as datas mais importantes do ano? Então, consulte os advogados especializados em tecnologia da Assis e Mendes!