Proteção de Dados em 2024: Desafios e Oportunidades para sua Empresa

21 de dezembro de 2023

No dia 08 de Dezembro, a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) divulgou seu segundo Relatório de Ciclo de Monitoramento, um documento essencial para avaliação e prestação de contas das atividades do primeiro semestre de 2023, além de apresentar o planejamento das ações futuras. Mas qual é a importância desse relatório e a quem ele se destina?

Avaliação do Primeiro Semestre de 2023

O relatório destaca pontos cruciais para profissionais da privacidade, os principais interessados nas informações apresentadas. Dentre os dados mais relevantes, destacam-se:

 

    • 496 requerimentos foram recebidos através de denúncias e petições de titulares;
  • Os setores mais “denunciados” são: Administração pública, telecomunicações, plataformas digitais, bancos, financeiras, administradoras de cartão e agregadores de dados;
  • Um aumento de 15,6% em relação às comunicações de incidentes de segurança, somando 163 neste ano.
  • A ANPD encaminhou 91 pedidos de manifestação ao controlador (pedido de esclarecimentos), dos quais 23 não foram respondidos
  • Entre os controladores que não responderam, estão, além de pequenas empresas, grandes agentes de tratamento, alguns, inclusive, líderes de mercado em seus segmentos de atuação. 

Ponto de Destaque: Atendimento ao Titular de Dados

 

Os dados revelam que empresas do ramo educacional, plataformas digitais e comércio eletrônico estão entre as mais citadas. Isso indica que atender aos titulares de dados continua sendo um desafio, mesmo para grandes corporações. O direito mais demandado é o de “eliminação de dados” representando 35% das petições.

 

Pergunta essencial: Sua empresa está preparada para atender aos titulares de dados de maneira eficaz?

Processos Administrativos: Desafios e Números Reveladores

 

A ANPD iniciou 2 (dois) processos fiscalizatórios, enquanto outros 11 (onze) estão sob investigação. 

 

Destaque para a inclusão de 9 (nove) casos, totalizando 17 (dezessete) processos administrativos sancionadores nos últimos 2 anos.

Apesar dos números, a atuação fiscalizatória e repressiva ainda enfrenta desafios.

 

Segunda Pergunta Fundamental: Sua empresa está preparada para se defender em um processo fiscalizatório ou sancionador proposto pela ANPD?

Incidentes de Segurança e Desafios Emergentes

 

Mesmo sem um procedimento formal publicado pela Autoridade, a ANPD ressalta que o atendimento ao artigo 48 da LGPD é obrigatório. Assim, organizações estão fazendo a sua parte, já que foram identificados 163 comunicados de incidentes ao longo de 2023.

 

O relatório traz uma informação de extrema relevância: “a prevalência de incidentes de sequestro de dados (ransomware) provocados por falhas de segurança em sistemas de informação que permitiram a violação do sigilo de dados pessoais continua sendo a principal causa das comunicações.”

 

Esse tema ainda é obscuro até para a ANPD, já que o formulário de comunicação já está em sua segunda versão, e mesmo assim, o Relatório traz uma série de questões que impactaram na “filtragem” das comunicações para que a autoridade pudesse dar vazão aos comunicados.

 

Diante do gargalo criado pela Autoridade, após o plano de ação proposto pelo CGF (Coordenação-Geral de Fiscalização), ficou estabelecido que os casos a serem priorizados incluem aqueles nos quais o controlador não notificou os titulares de dados pessoais e aqueles que:

 

  • Envolvam dados sensíveis, dados de crianças e adolescentes ou dados que possam expor o titular à fraude;
  • Mostram recorrência, ou seja, o mesmo controlador relatou a ocorrência de outros incidentes nos últimos dois anos;
  • Afetam a atividade principal do controlador, que envolve tratamento de alto risco, conforme definido no art. 4º da Resolução CD/ANPD nº 2, de 27 de janeiro de 2022.

 

Desafios para 2024 e a Solução: Consultoria Especializada em Proteção de Dados

 

Iniciaremos 2024 com desafios no universo da proteção de dados. A pergunta que fica é: Sua empresa responde de forma positiva às três perguntas essenciais? Em caso de dúvida, mantenha contato com a gente. Uma consultoria especializada em proteção de dados, que pode ser a chave para enfrentar os desafios e garantir conformidade.

 

Proteger dados é mais do que uma obrigação legal,  é um investimento na confiança dos clientes e na reputação da empresa. Esteja preparado, e conte com uma gama de especialistas para guiar sua empresa rumo à excelência na proteção de dados no próximo ano.

Compartilhe:

Mais Artigos

Fui vítima de um crime virtual: e agora?

É muito importante saber o que fazer para se proteger e buscar justiça.

Minha empresa precisa mesmo de um DPO?

A obrigatoriedade do profissional é patente. Veja os motivos.

GOOGLE E JUSBRASIL SÃO OBRIGADOS A REMOVER PÁGINAS QUE EXPÕEM DADOS DE VÍTIMA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

As empresas responderam afirmando não terem responsabilidade sobre o conteúdo publicado

O SITE DA MINHA EMPRESA COLETA DADOS; PRECISO ME ADEQUAR À LGPD?

Se o site coleta dados pessoais por cookies, análise de tráfego, formulários de contato ou outra ferramenta, sua empresa deve estar em conformidade com a LGPD.

Na era dos cibercrimes, a sua empresa está preparada para lidar com um incidente de segurança?

Entre as ações necessárias está o Plano de Respostas a Incidentes

Comunicado | Domicílio Judicial Eletrônico

Pedimos sua atenção para uma atualização cadastral necessária: Foi instituído o Domicílio Judicial Eletrônico, com a obrigatoriedade das empresas cadastrarem um e-mail válido para receberem citações e informações da Justiça …

Entre em contato

Nossa equipe de advogados altamente qualificados está pronta para ajudar. Seja para questões de Direito Digital, Empresarial ou Proteção de Dados estamos aqui para orientá-lo e proteger seus direitos. Entre em contato conosco agora mesmo!

Inscreva-se para nossa NewsLetter

Assine nossa Newsletter gratuitamente. Integre nossa lista de e-mails.