Tive dados dos meus clientes vazados. E agora?

8 de fevereiro de 2018

Ao mesmo passo em que a segurança da informação evolui, os criminosos também se reinventam para conseguir burlar os sistemas e vazar informações altamente confidenciais de pessoas e empresas.

Prova disso é que algumas das maiores e mais importantes empresas do mundo, como o Yahoo!, Adobe, Equifax, Steam, PlayStation Network, Delloite e Target, já foram alvo da ação dos criminosos digitais.

E não são só as companhias que saem perdendo, mas milhares de clientes dessas empresas que têm seus dados entregues a desconhecidos.

Quando isso acontece, os consumidores geralmente ficam bastante inseguros, e pode culminar em um prejuízo enorme, tanto financeiro quanto de credibilidade, e isso qualquer empresa quer evitar a todo custo.

O fato é que nenhuma empresa está totalmente livre de ter dados de seus clientes vazados, mas existem algumas ações que você pode implementar no seu negócio para diminuir os riscos de vazamento e o impacto negativo, se isso acontecer com sua empresa.

Precauções para evitar o vazamento de dados

Ainda não existe uma forma 100% garantida de “blindar” seu sistema contra uma invasão, mas, seguindo alguns passos, você diminui drasticamente o risco de isso acontecer com o seu negócio.

Invista alto em segurança: para reduzir o risco de roubo de informações, mantenha seu site e aplicações hospedados em empresas que contam com segurança física e digital de alto padrão.

Controle acessos: é muito importante que cada colaborador tenha acesso apenas ao nível de informações que é essencial para o seu trabalho, nunca acima disso.

Crie políticas de segurança: muitas vezes, os colaboradores nem sabem que estão facilitando o vazamento de informações, por isso é importante definir algumas regras de segurança, como não fotografar ou tirar prints das telas e não fazer o download de softwares.

Oriente seus clientes a trocar suas senhas periodicamente: crie um conjunto de boas práticas de segurança digital. Nesse material, sugira que os consumidores troquem periodicamente suas senhas e mantenham seus dados de comunicação sempre atualizados, caso seja preciso alertá-los sobre um vazamento.

Tenha uma equipe para estudar as vulnerabilidades: tenha profissionais capacitados que possam estudar o seu sistema e avaliar falhas que podem levar a um vazamento.

Esteja preparado juridicamente: você não precisa esperar um vazamento para procurar amparo, tenha uma assessoria jurídica que possa antever problemas e prepará-lo para o caso de esse tipo de situação acontecer em sua empresa.

O que fazer em caso de roubo de informações

Existem dois principais fatores que prejudicam muito os consumidores brasileiros no caso de vazamento de dados. Aqui, os clientes costumam demorar muito para saber que suas contas foram violadas e as empresas ainda não são obrigadas a informar o público sobre o vazamento.

Com isso, muitos acabam sendo vítimas de criminosos digitais sem nem ter tido a chance de atualizar seus cadastros ou cancelar seus cartões de crédito comprometidos. Na maioria das vezes, o consumidor só descobre que suas informações foram roubadas quando tem um prejuízo muito grande, como um cartão de crédito clonado.

Contudo, uma das principais orientações é justamente avisar rapidamente os seus clientes que houve um vazamento. Essa postura inspira transparência e comprometimento com o consumidor, o que é essencial em uma situação tão delicada quanto essa.

Além disso, o anúncio de vazamento deve vir com instruções claras sobre o que o consumidor precisa fazer para diminuir o impacto, como mudar suas senhas ou alertar a sua empresa de cartão de crédito.

Esse tipo de comportamento pode impedir que os problemas se desdobrem em complicações maiores ainda e reduzem as chances de sua marca ter de entrar em disputa judicial com um cliente furioso.

É interessante, também, que as empresas usem a falha para melhorar seus sistemas de segurança e a forma como armazenam e processam os dados dos usuários. E isso também deve ficar claro para o consumidor.

Manter o cliente a par das melhorias que está fazendo para garantir mais segurança para ele também é uma ótima forma de recuperar sua confiança e evitar que ele desista da sua marca.

Compartilhe:

Mais Artigos

Informativo sobre distribuição de ação e acompanhamento processual

Resumo para consulta processual no TJSP

MITIGANDO RISCOS CONTRATUAIS: O PAPEL DA CLÁUSULA DE LIMITAÇÃO DE RESPONSABILIDADE

Nas relações contratuais, os riscos derivados da transação são uma ameaça constante, podendo comprometer a estabilidade de um negócio. Diante desse desafio, as empresas buscam estratégias para mitigar esses riscos, …

Guia orientativo: Hipóteses legais de tratamento de dados pessoais com base no legítimo interesse – Você sabe como usar essa base legal dentro da sua organização?

No dia 02/02/2024 a ANPD publicou o seu mais novo guia orientativo denominado “Hipóteses legais de tratamento de dados pessoais – legítimo interesse”, com o objetivo de esclarecer pontos relevantes …

RESPONSABILIDADE LEGAL NAS MÍDIAS SOCIAIS E MARKETING DIGITAL: DIRETRIZES PARA EVITAR QUESTÕES LEGAIS E LITÍGIOS

Nos últimos anos, o crescimento das mídias sociais e do marketing digital transformou o cenário da publicidade, tanto a nível nacional, quanto a nível mundial, oferecendo oportunidades para marcas e …

Maximizando a Proteção Patrimonial: O Papel Estratégico da Holding no Planejamento Sucessório

Quando nos aproximamos da fase da vida em que começamos a refletir sobre a transferência de nosso patrimônio para as próximas gerações, a preocupação com a segurança e a integridade …

O uso do Scraping e Web Crawler pode prejudicar a mim ou minha empresa?

O uso incorreto das ferramentas de raspagem da web pode trazer consequências desastrosas para sua empresa. Entenda como utilizá-las

Entre em contato

Nossa equipe de advogados altamente qualificados está pronta para ajudar. Seja para questões de Direito Digital, Empresarial ou Proteção de Dados estamos aqui para orientá-lo e proteger seus direitos. Entre em contato conosco agora mesmo!

Inscreva-se para nossa NewsLetter

Assine nossa Newsletter gratuitamente. Integre nossa lista de e-mails.