Assis e Mendes tem dois cases reconhecidos no Prêmio Análise DNA+Fenalaw

30 de outubro de 2023

O Assis e Mendes, escritório especializado em Direito Digital, Empresarial e Proteção de Dados, recebeu recentemente o selo Práticas Reconhecidas em duas categorias: gestão e inovação, no “Prêmio Análise DNA+ Fenalaw”. O case de gestão está relacionado à  recertificação ISO 27.001, que trouxe muito mais confiabilidade nos procedimentos internos e externos. A certificação ISO 27.001 é uma norma internacional que estabelece os requisitos para um Sistema de Gestão da Segurança da Informação (SGSI), e permite que o escritório forneça consultoria jurídica a empresas nacionais e estrangeiras.
A implementação rigorosa dos padrões ISO 27001 fortaleceu as defesas cibernéticas, proteção de dados e informações de forma geral, minimizando as chances de incidentes de segurança e criando processos reais para gerir um evento adverso, bem como assegura que o escritório está em conformidade com as legislações, regulamentos e frameworks internacionais que tratam do tema segurança da informação.

Em um mundo cada vez mais globalizado e digital, as empresas buscam fazer negócios somente com parceiros que demonstram o mesmo (ou maior) nível de maturidade em segurança cibernética. Em 2 anos de certificação implementada, alcançamos novos mercados e fidelizamos clientes que estão aprimorando seus sistemas de segurança. Este processo permitiu que fossem mensurados e reduzidos riscos financeiros associados a multas, processos judiciais, contratações emergenciais, incidentes de segurança e contratação de fornecedores específicos.

Já o case de inovação dizia respeito à criação de ferramentas internas com o auxílio de ferramentas generativas. Através do licenciamento de um software em cloud computing de gestão de projetos, cujo o foco não é atender departamentos jurídicos, mas sim empresas que trabalham com projetos e metodologias ágeis, preparamos um ambiente altamente customizado de acordo com as nossas necessidades, de forma que foi possível integrar todos os departamentos do escritório, abrindo mão de softwares jurídicos próprios, que já não atendiam às demandas internas e de clientes.

Focados na aplicação de metodologias ágeis em operação jurídica transformamos o software, essencialmente voltado para gestão de projetos, em um verdadeiro ERP (Enterprise Resource Planning), fazendo com que a ferramenta seja utilizada desde o primeiro contato com o cliente até a interposição de recursos nas instâncias superiores, passando pela gestão de contratos e fornecedores, processos internos, financeiro e recursos humanos.

Para alcançarmos o objetivo utilizamos da IA, especialmente o ChatGPT, para aprendermos, com maior velocidade, os melhores comandos e atalhos para customização de ferramentas, bem como integração com outros sistemas.

Também com a ajuda da IA, visando fortalecer o Sistema de Gestão de Segurança da Informação , desenvolvemos um software único que gera relatórios automatizados e que permite auditar os computadores utilizados pelo escritório periodicamente e sem custo, garantindo que nenhum ativo seja utilizado em desacordo com nossas normas de segurança da informação.

Para Bianca Martin Pinheiro, head de Privacy do Assis e Mendes, a obtenção do selo “Práticas Reconhecidas” pela Análise Editorial, DNA e Fenalaw representa a preocupação do escritório em fornecer soluções jurídicas inteligentes, ágeis e confiáveis. “No Assis e Mendes temos a tecnologia em nosso DNA, então o advento de ferramentas generativas, além de serem extremamente compatíveis com nossa visão inovadora, também nos auxiliou na automatização de procedimentos. Com isso, podemos dedicar muito mais tempo aos nossos clientes”, completa.

Compartilhe:

Mais Artigos

Informativo sobre distribuição de ação e acompanhamento processual

Resumo para consulta processual no TJSP

MITIGANDO RISCOS CONTRATUAIS: O PAPEL DA CLÁUSULA DE LIMITAÇÃO DE RESPONSABILIDADE

Nas relações contratuais, os riscos derivados da transação são uma ameaça constante, podendo comprometer a estabilidade de um negócio. Diante desse desafio, as empresas buscam estratégias para mitigar esses riscos, …

Guia orientativo: Hipóteses legais de tratamento de dados pessoais com base no legítimo interesse – Você sabe como usar essa base legal dentro da sua organização?

No dia 02/02/2024 a ANPD publicou o seu mais novo guia orientativo denominado “Hipóteses legais de tratamento de dados pessoais – legítimo interesse”, com o objetivo de esclarecer pontos relevantes …

RESPONSABILIDADE LEGAL NAS MÍDIAS SOCIAIS E MARKETING DIGITAL: DIRETRIZES PARA EVITAR QUESTÕES LEGAIS E LITÍGIOS

Nos últimos anos, o crescimento das mídias sociais e do marketing digital transformou o cenário da publicidade, tanto a nível nacional, quanto a nível mundial, oferecendo oportunidades para marcas e …

Maximizando a Proteção Patrimonial: O Papel Estratégico da Holding no Planejamento Sucessório

Quando nos aproximamos da fase da vida em que começamos a refletir sobre a transferência de nosso patrimônio para as próximas gerações, a preocupação com a segurança e a integridade …

O uso do Scraping e Web Crawler pode prejudicar a mim ou minha empresa?

O uso incorreto das ferramentas de raspagem da web pode trazer consequências desastrosas para sua empresa. Entenda como utilizá-las

Entre em contato

Nossa equipe de advogados altamente qualificados está pronta para ajudar. Seja para questões de Direito Digital, Empresarial ou Proteção de Dados estamos aqui para orientá-lo e proteger seus direitos. Entre em contato conosco agora mesmo!

Inscreva-se para nossa NewsLetter

Assine nossa Newsletter gratuitamente. Integre nossa lista de e-mails.